Como escolher um amor – Bacellart Psicólogo USP

Como escolher um amor

Como escolher um amor? Avaliar / Arriscar-se / Paciência

 

     Então, vê-se que como escolher um amor é apenas o começo, existem “outras fases” que seria a avaliação de se essa é realmente uma pessoa compatível; e o arriscar-se (mas com consciência disto) para prosseguir e constatar que realmente está sendo bom, para isso, como já dito, é preciso paciência.

     Paciência para cursar uma graduação de 4-5 anos, paciência para ir se desenvolvendo profissionalmente, paciência para comprar um imóvel, paciência para encontrar amor, e decidir por ele depois.

© Copyright – Bacellart Psicólogo USP. O ensaio aqui publicado pode ser reproduzido; no todo ou em parte, desde que citados o autor e a fonte.

      Pode-se argumentar que não é bacana despender muitos meses, anos, para tudo isso, que seria muito melhor ‘agora’, concordo; contudo, se a pessoa considera que ter um relacionamento amoroso saudável tem uma grande importância na sua vida, então além da paciência para todo o início da relação, com certeza precisará paciência para que a relação seja estimulante.

 

Excesso de oferta, a princípio parece bom, mas… cuidado! Ao pensar que pode escolher como produtos no supermercado; pode diminuir o empenho para se aprofundar em conhecer melhor quem se conheceu e facilitar a desistência pela impressão que é fácil encontrar outra pessoa.

O problema dos aplicativos de relacionamento e do Whatsapp 

      Como escolher um amor utilizando aplicativos destinados a isso; como o Tinder e etc, me parece com pouca probabilidade de dar certo, pois o foco é na aparência dos usuários; e as informações do perfil muito limitadas; contudo, se o intuito é para ficar com alguém no momento que está sentindo falta de companhia/sexo rapidamente, me parece muito bom!

      A questão do whatsapp, é que muitas vezes, para algumas pessoas, o principal meio de comunicação. Whatsapp usado no início da comunicação de duas pessoas que desejam tornar-se casal; que iniciaram a amizade e usam o aplicativo, torna-se um problema, devido ao fato de como pouco se conhecem.

     Geralmente apenas digitam, não tem contato visual e auditivo, além de escreverem frases ou diálogos curtos. Isso provoca desentendimentos e/ou no mínimo uma relação pouco profunda. Volto a repetir, o aplicativo pode ser um problema, para quem gostaria de encontrar amor, que se torne uma relação saudável (e geralmente duradoura).

Como escolher um amor pela internet ou APP:

      Já conheci quem se dispôs a encontrar amor e teve sucesso em sites de relacionamento, inclusive no Facebook. Contudo, a maioria das pessoas que relataram suas experiências nesses sites, disseram-se desapontadas.

     No meu entender, a questão não é difícil: como já dito, se o seu empenho é para encontrar alguém para um relacionamento firme, onde deseja que seja saudável e duradouro, é preciso uma procura minuciosa e, eu sugiro colocar filtros para facilitar na seleção pessoal, como se faz em R.H., por exemplo:

a) colocar em letras maiúsculas “por favor, somente me escreva caso tenha lido todo meu perfil e se identificado com ele”.

b) “somente responderei caso você responda a essa pergunta:_________”.

     As mulheres eu sugiro não capricharem muito na foto, pois atrairá homens que priorizam muito o corpo. Aos homens, eu sugiro não focarem muito em foto com carros/apto e etc, que sejam caros ou descrição, para não atraírem mulheres que tem o financeiro como o mais importante.

     A exceção, é se a procura corpo X dinheiro for algo que realmente se deseja e concorda com essa troca. Contudo, lembre de sua escolha, para não procurar um psicólogo depois, chateado que seu marido só se preocupa em ganhar dinheiro, ou sua esposa só se preocupa em cuidar do corpo e você está com ciúme.

Como escolher um amor – Questões psicológicas:

     Definir suas prioridades. Por exemplo, existem homens que o principal é a cor do cabelo da mulher; ou mulher que tem firme que o companheiro precisa ser “bem resolvido”, não emocionalmente, mas apenas financeiramente; e não apenas para ter uma casa e carro de classe média, mas algo mais que isso.

     Uma pessoa que tem TOC ou é “muito certinha”, preferirá alguém semelhante, previsível e rígido.

     Uma pessoa muito ambiciosa poderá querer alguém que a supere em tudo.

     Os opostos se atraem… Depende: não é comum uma mulher trabalhadora e com boa saúde no corpo, escolher um desempregado e usuário de tabaco. Ou de um homem lindo preferir uma mulher com atributos físicos opostos. Mas por vezes acontece de uma pessoa “calma” preferir uma pessoa “agitada” e vice-versa.

     Então, em como escolher um amor; é necessário autoconhecimento para, se compreendendo melhor, fazer escolha mais consciente, entender o porque de suas “preferências”; o quanto tem de problemas psicológicos, valores sociais e/ou idealizações.

Boa escolha!

Artigos Relacionados: Ficar e medo de Namoro

 

Bacellart Psicólogo Terapia

Abordagem: Fenomenologia existencial (heidegger) e Psicanalista do amadurecimento de Winnicott. Se necessário, orientação comportamental de terapia breve e coach/coaching desenvolvimento profissional, pessoal e do amor.

Aluno convidado, doutorado USP (Gilberto Safra) e PUC (Zeljko Loparic).

Especialista em depressão, desenvolvimento profissional, casamento e namoro.

Consultório Av. Paulista, Jardins, Cerqueira César, Bela Vista, Jardim Paulista, jardins. Metrô Consolação ou Masp/Trianon.

Possibilidade de entrevista para TV, rádio, revista e jornal.

 Como escolher um amor

Pepsic


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *